quinta-feira, janeiro 31, 2008

Crônica de uma morte anunciada

É estranho quando ficamos sabendo que alguém que te faz tanta companhia está perto do fim... è difícil aceitaar que alguns anos de convivência podem simplesmente acabar da noite para o dia. Hoje foi um dia difícil, recebi uma notícia nada agradável: meu "ente" querido está perto do fim... só posso remediar a dor, a diar o sofrimento, mas não posso acabar com ela e nem mudar o destino...

O preço que pagamos hoje por remediações acaba sendo algo que não conta mais... já pensamos no que será de nós depois da sua partida.. tantas coisas por fazer... tantas memórias guardadas.. que se não tivermos cuidado simplesmente desaparecem...

A vida é injusta em alguns momentos.. meu computador, o qual nunca foi batizado deu os primeiros sinais de sua agonia... hoje entrou em coma e acabou recebendo alta... mas está com sua morte anunciada. Ainda é possível mater sua vida com mais aparelhos... um ou dois super cooler a mais.. mas é um caminho sem volta...

Ainda bem que o Papa Bento disse que o Limbo não existe, ia ficar com o peito apertado se ele morresse agora sem um nome e acabasse indo pra lá... mas por via das dúvidas vou pensar em um nome e batizá-lo, não quero deixar ele morrer pagão...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...