quarta-feira, junho 24, 2009

São João em Braga

Lembro quando criança a preparação para as festas de São João lá na chácara e os vestidos para a festa nos Ferroviários. Banquinhas que nós, crianças metidas, organizávamos e chamávamos os amiguinhos... bons tempos de fogueiras gigantes feitas pelo Delbrai e comidas deliciosas preparadas por Edenir e Tania...

Depois, um pouco maior, ia nas festas juninas no buteco da mãe, depois lá no fundo do Lar Gaúcho ou quermesse na Capela, ruas cheias de bandeirinhas e quentão rolado solto...

Um pouco mais tarde chegou a fase de festa junina da Oceano no final da Jaguarão ou até mesmo no Larus, ou o aniver do Gonças no Jardim do Sol... Período Fejunca... Pipoca, quentão, bolo de milho, rapadura... bom demais....

Esse ano o São João foi diferente: foi aqui em Braga - Portugal e confesso que foi uma loucura!
A tradição das festas juninas que chegaram no Brasil foi levada por nossos colonizadores portugueses, onde são conhecidas pelo nome dos santos populares e correspondem a diversos feriados municipais: Santo Antônio, em Lisboa; São Pedro, no Seixal; São João, no Porto e Braga.

De origem européia, as festas juninas fazem parte da antiga tradição pagã de celebrar o solstício de verão no dia de Midsummer (24 de Junho) e tornou-se, pouco a pouco na Idade Média, um atributo da festa de São João Batista, o santo celebrado nesse mesmo dia.

Como os católicos não podiam ficar atrás, existe uma lenda que acaba por cristianizar a festa junina afirmando que o antigo costume de acender fogueiras no começo do verão europeu tinha suas raízes em um acordo feito pelas primas Maria e Isabel. Para avisar Maria sobre o nascimento de São João Batista e assim ter seu auxílio após o parto, Isabel teria de acender uma fogueira sobre um monte.

Aqui tem fogueira(dizem que nos bairros mais afastados), balão e arraial... Mas também estão presentes alguns costumes um tanto quanto diferentes, como o de martelar as cabeças das pessoas na rua!

A tradição diz para bater na cabeça das pessoas com alho-porro serve para desejar -lhes boa sorte e fartura no próximo ano, mas desde os anos sessenta os martelos de plástico substituem a tradicional planta sagrada.

Além do alho-porro e martelos, as pessoas andam na rua com maços de plantas, arruda, alecrim e mais algumas, meio que um maço de 7 ervas, praticamente um descarrego contra mal-olhado, passando no rosto das outras, de surpresa, para desejar também boa sorte! No passado, acreditava-se que as ervas colhidas durante esta festa seriam altamente poderosas, e a água das fontes dariam boa saúde. Além de decorarem-se as casas com arranjos de folhas e flores, segundo a superstição, para trazer boa sorte.

Já para o coração o Manjerico é a solução... O manjerico, ou manjericão é a planta mais popular das festas de S. João e importante erva aromática, sendo considerada sagrada pelos indianos e a erva dos namorados pelos antigos romanos que tinham por tradição que ao oferecer um vaso com manjericão a uma guria equivalia a pedi-la em casamento. Tem para vender em todas as esquinas, nesta época, com bilhetinhos carinhosos. Ainda reza a lenda que não se pode colocar o narigão no manjerico para cheirá-lo que ele morre, deve-se esfregar a mão nele e cheirar a mão.

Comer também é ótimo: a tradição é sardinha assada com broa e vinho verde das farturas. Comi a tradicionalsardinha e um super-mega-churrasquinho, basicamente um super xixo, bommmmm... Depois disso foi percorrer a avenida da Liberdade e martelar muitas cabeças! Levei muitas marteladas, mas cheguei a conclusão que sou boa na esquiva! Pessoas no alto dos seus quase 80 anos felizes martelando ou andando com seus alhos-porro junto com criancinhas de 2 e a mesma alegria...


Uma festa tradicional que mantém a alegria popular...Um dia para rir adoidado ao ser martelado e correr sorrindo por voltar a ser criança...

Tem um vídeo com uma pequena mostra do que acontece e depois de tudo uma cervejinha com as meninas para repor as energias ;)

video

Recomendo! Vem para o São João! Ano que vem será no Porto que dizem ser muito maior que o de Braga!

7 comentários:

patiana disse...

que coisa boa isso Rach. amei! vou incluir na minha lista de coisas pra fazer na vida - festa de são joao em portugal!!!!

S. disse...

adorei. gosto quando vc conta essas coisas bacanas que são características daí.

beijos

Ângela disse...

Essas questões culturais são uma viagem!
Lembrei do São João do ano passado, o cheiro de fumaça das fogueiras nas ruas, os forrozeiros em Caruaru, os shows (o do Zé Ramalho foi tri, e de graça!), mais de um mês de comemorações....
Mas o pessoal martela fraquinho ou aproveita pra descontar a raiva? :)
bjs

Lugirão disse...

Excelente teu post, adorei.

Muito bom dar e levar umas marteladas , nesse caso e se divertir feito criança.

Beijo

Fran disse...

As pessoas se martelam sem se conhecer? Curti!
Voi incluir na minha lista de coisas q tenho q experimentar!! hahahahahha
Beijinhosssss

Mari disse...

Deve ser muito legal martelar os outros!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...