sábado, abril 07, 2007

acontecer com você

Em algum momento a gente para e pensa nas coisas que já aconteceram, ou de como a gente foi idiota e deixou tantas coisas para trás e acaba se assustando de verdade.....
Tem dias que pensar no que já se passou se torna complexo e estranho, quando percebe que tudo mudou, que cresceu, que o cabelo não é o mesmo, o sorriso também não ... é estranho ver como a diversão muda e como os parâmetros de felicidade também... um dia eu fui feliz brincando de boneca ou simplesmente deitada no sofá assistindo a novela das oito enquanto ganhava um cafuné da minha avó...
Sou fã incondicional de longos momentos de nostalgia. Mas o que é a grande verdade nessa história é que quando a gente cresce, a gente muda e a nossa vida nunca mais pode ser a mesma...
Certamente um dia tu irás parar para pensar que muitas das coisas que fizer hoje vai se arrepender amargamente daqui há alguns anos, e que muitas das coisas que fez ou deixou de fazer também causam arrependimento. Às vezes vai se pegar lembrando daquele beijo, daquele abraço, daquele carinho de vó, daquele banhado, daquele machucado no joelho, daquela brincadeira na chácara...
Talvez tu te assustes ao pensar que as pessoas que tu considerava antes são, hoje em dia, as pessoas que tu nunca irias te relacionar. Vai acontecer de tu te perderes no meio de cartas, bilhetes, e-mails. Vai se perder em memórias que, (in)felizmente, não voltam mais. Vai achar aquela última folha do caderno e lembrar de como o seu ano foi bom ou não, e de como deveria ter prestado mais atenção nas aulas, ou não.
Talvez você se recorde daquela vez que você dormiu na casa da amiga, encheu a cara, programou a vida, acordou e foi comer queijo. É provável que você chore lembrando do primeiro namorado, do primeiro beijo, do primeiro tudo. É provável que você sinta falta de uns, nojinho de outros, saudade dos tempos bons. Vai sentir falta daquele amigo que nunca conheceu, mas que conversava até 4 horas da manhã com você sobre os assuntos mais sem-noção possíveis, mas que vocês entendiam de um jeito que não havia igual.
Existem ainda coisas que você acha que nunca vão acontecer com você: talvez você nunca arrume um bom emprego, talvez você nunca arrume um grande amor, talvez você nunca tenha um filho, talvez você nunca seja você... talvez aconteça de você : se perder no mundo, de você não ter ninguém, de você perder os amigos, de você ser completamente sozinho, talvez você nunca tenha um emprego, talvez um dia você passe fome, talvez você seja assaltado, talvez seu barco afunde, seu carro exploda, você morra queimada, talvez seu cachorro te morda e a chuva não pare nunca... mas tudo na vida é talvez ... será?!
Pode acontecer de você desenterrar aquele livro, aquele CD, aquela calcinha, aquela foto. Pode acontecer de você desenterrar fantasmas e medos que achou que tinha perdido. Pode acontecer de você descobrir lágrimas que podiam ter secado. Pode acontecer de você descobrir que tudo mudou. Pode acontecer de você se perder na nostalgia e não querer voltar. Nunca mais. Até você se lembrar, claro, de que quem vive de passado é museu. Você vai perceber que as pessoas não tomam jeito, que você sempre vai sofrer por elas, que elas vão te decepcionar, que você vai decepcionar muita gente (inclusive você mesmo), que cicatrizes como as do joelho ou da mente ficam pra sempre, que vai repetir seus erros várias vezes, que vai ter que batalhar muito a troco, talvez, de nada. Que vai ter que sangrar bastante pra compreender que tá vivo.
Pode acontecer de você não voltar nunca mais, mesmo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...